Logicamente, um cross join é o tipo mais simples de junção. Um cross join implementa somente uma fase de processamento lógico de consulta – um produto cartesiano. Essa fase opera sobre as duas tabelas fornecidas como entradas para junção e produz um produto cartesiano das duas.  Isto é, é feita a correspondência de cada linha de uma entrada com todas as linhas de outra. Assim se você tiver m linhas de uma tabela e n linhas na outra receberá m x n linhas no resultado.

Existem duas maneiras de realizar:

  • SELECT C.CUSTID, E.EMPID

FROM SALES.CUSTOMERS AS C

CROSS JOIN HR.EMPLOYEES  AS E;

  • SELECT C.CUSTID, E.EMPID

FROM  SALES.CUSTOMERS AS C, HR.EMPLOYEES  AS E

Não há nenhum diferença de lógica ou de desempenho entre as duas sintaxes.



0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *